Vou tentar aqui mostrar um pouco do que vimos nesses dia que vão do 19 (chegada das delegações de todo o Brasil) ao 24, quando voltamos para casa. Acredito que, ao fim destes despretensiosos artigos, o Brasil representado pela Oficialidade R/2 que participou do ENOREX, a chamada RESERVA ATIVA ou RESERVA ATENTA E FORTE, formadores de opinião na sociedade, onde procuramos cultivar os valores éticos e morais de nossa formação militar, a mesma que levou à Formatura de Abertura do evento, um convidado ilustre: o Juiz Sérgio Moro.

 

 

 


 

APRESENTAÇÃO DO XX ENOREX – JOINVILLE - SC

 

 

De volta à nossa casa, me cabe escrever sobre o XX ENOREX, que ocorreu de 20 a 24 de Outubro de 2018 em Joinville, SC.

O nome, do artigo, deveria ser algo mencionando o ENOREX, a AORE/SC anfitriã, ou mesmo o 62º BI, o nosso Batalhão como é conhecido.

Nada disso mostra a grandeza ou a pujança daquele Estado (SC), praticamente desconhecido dos brasileiros e também do Governo Federal.

Estamos acostumados a ver São Paulo liderando tudo relacionado a produção industrial ou PIB.

Santa Catarina dá de “capote” em número de “Start Ups”...

Joinville, a cidade onde tudo aconteceu, segundo os jornais, soma 27,5 mil pequenos empreendedores.

Aliás, foi a explicação que um dos membros da AORE local deu sobre o desemprego: - Quando uma gigante da indústria demite por causa da crise, isso atinge milhares de empregados e quando uma pequena indústria o faz, apenas dois ou três perdem o emprego, isso rapidamente restabelecido quando passa crise.

 

A cidade é um polo Metal-Mecânico, mas a visita que fizemos foi a uma gigante têxtil (Döhler – pronuncia-se “Deler”) que deixou a todos impressionados.

Um conjunto de toalhas (banho e rosto) com a inscrição XX ENOREX fazia parte do kit distribuído aos participantes (250 Oficiais) do encontro.

 

Do kit, ao chegamos ao nosso Hotel (ALVEN) eu e Mergulhinha (esposa) encontramos sobre a cama chocolates de boas-vindas e um belo chaveiro que tivemos de descartar ao embarcarmos por causa da imbecilidade da INFRAERO que achava que a munição inerte do chaveiro (???) não podia ir na bagagem de mão (apenas despachada).

Ora, vivemos tempos de terrorismo petista, pois, nesses mais de 15 anos, ocuparam todos os escalões do serviço público e a última manifestação da ANAC, nos parece um tiro no pé, pois, ao determinar a cobrança de toda bagagem despachada, TODOS passaram a acomodá-las em pequenas malas que nem cabem nos espaços sobre os assentos, criando inúmeros problemas à aviação que deveria ordenar...

Vou tentar aqui mostrar um pouco do que vimos nesses dia que vão do 19 (chegada das delegações de todo o Brasil) ao 24, quando voltamos para casa.

Acredito que, ao fim destes despretensiosos artigos, o Brasil representado pela Oficialidade R/2 que participou do ENOREX, a chamada RESERVA ATIVA ou RESERVA ATENTA E FORTE, formadores de opinião na sociedade, onde procuramos cultivar os valores éticos e morais de nossa formação militar, a mesma que levou à Formatura de Abertura do evento, um convidado ilustre: o Juiz Sérgio Moro.


ASSUNTOS RELACIONADOS OU COMPLEMENTARES A ESTE ARTIGO

XX ENOREX - JOINVILLE 2018

 

 

 

 

 

 


 

Joomlashack