Uma das missões mais importantes dos ENOREX (Encontros Nacionais de Oficiais da Reserva do Exército) é a Atualização Doutrinária.

Os Oficiais R/2 são Oficiais da Reserva não remunerada, egressos de CPOR (5 no Brasil) ou NPOR (47 no Brasil) e que depois de cumprirem seu tempo no serviço ativo como Oficiais Temporários, voltam à vida civil e, normalmente, em posições de destaque da sociedade.

Muitos nomes da vida pública, como o ex-Presidente Itamar Franco, são R/2.

E, como sempre diz o General Villas Bôas, Comandante do Exército, não somos TROPA AMIGA: somos MESMA TROPA.

E por isso os 20 ENOREX estiveram na agenda do DECEx – Departamento de Educação e Cultura do Exército, importante órgão de Direção da Força Terrestre que através de grandes Chefes Militares, anualmente nos atualizam sobre a evolução do Exército.

O primeiro palestrante, já na reserva, é um ícone entre nós; General de Exército Adhemar da Costa Machado Filho.

Eu sou suspeito para falar, pois sou muito amigo dele... Mas ele é um showman que fez a plateia delirar e explodir em aplausos repetidas vezes, pelos casos que conta.

Talvez os novos só se lembrem dele como o poderoso Comandante Militar do Sudeste (SP) ou sua última função, Chefe do Estado-Maior do Exército.

Mas ele foi Chefe do CCOMSEx, lidando diretamente com o Gabinete do Comandante do Exército e foi ele, General Adhemar, que no ENOREx de Cuiabá (General Catão era o Comandante Militar do Oeste e o General Theophilo, ainda Brigada, Comandava a 13 Bda Inf Mtz daquela Capital), reuniu os Presidente de Associações que, naquela época, cada uma tinha um nome diferente, AJOREx, AMORE, e dezenas de outras siglas impossíveis de lembrar.

Na ocasião o Rio de Janeiro (de cuja Associação eu era o Presidente na época) mudou seu nome de Associação dos Ex-Alunos do CPOR/RJ, sigla impronunciável, para AORE/RJ – ASSOCIAÇÃO DOS OFICIAIS DA RESERVA DO EXÉRCITO e o General com sua visão sempre muito à frente, sugeriu que todos trocassem o nome para AORE/Estado ou Cidade, o que foi feito.

Ele hoje Chefia o ESCRITÓRIO DE LIGAÇÃO SUL DO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, e sua missão é juntar a Academia (as Universidades), a Indústria e o Exército para se conhecerem e desenvolverem projetos DUAL.

Projetos DUAL porque o Exército nesses tempos de crises tem sempre um orçamento apertado e não teria capacidade de sustentar industrias com suas compras.

Produtos que sejam desenvolvidos tanto para uso militar como civil, ajudam a manter o Parque Industrial e os empregos dos brasileiros.

Tanto que após sua palestra, fomos visitar a Döhler (ver matéria sobre a visita) Indústria Têxtil que produz para as Forças Armadas seus uniformes camuflados, cheio de tecnologia avançada como nanotecnologia que impede que água, por exemplo, molhe o tecido, ou ainda o tecido já ser repelente a insetos e também bactericida.

As toalhas de banho e rosto que recebemos no Kit de participação, é o produto dual vendido no mercado civil também.

A missão do DCT é promover o fomento à Indústria nacional, visando ao desenvolvimento e a produção de sistemas, produtos, tecnologias e serviços de defesa.

Há outros Escritórios como este do Gen Adhemar no Brasil, como por exemplo aqui no Rio, onde é chefiado pelo nosso amigo General Brasil.

 

 Tivemos em seguida uma visita a Döhler e após o almoço, as palestras prosseguiram com uma homenagem a um ex-combatente (Sgt Sebastião), com o Comandante da AMAN (Gen Costa Neves) e como um SubChefe do COTER (Gen Polsin).

 

 

 

 


 

Joomlashack