SAUDAÇÃO ÀS FORÇAS ARMADAS DO BRASIL

 

Exmo. Sr. General de Exército Walter Souza Braga Netto, Comandante Militar do Leste, na pessoa de quem saúdo os oficiais generais,  comandantes de OM e todos os militares que nos honram com suas presenças;

Exmo. Sr. Desembargador Egas Moniz Barreto de Aragão Dáquer, em cujo nome cumprimento as autoridades civis, bem como os demais convidados;

Uma saudação especial aos alunos do Centro de Preparação de Oficiais da Reserva do Rio de Janeiro;

Assinalo a presença da mulher brasileira, tão bem representada nesta cerimônia;

 

Meus camaradas Oficiais da Reserva,

 

Reúne-se, novamente, a Reserva Atenta e Forte. Hoje, certamente mais ativa e organizada, tendo como órgão central o Conselho Nacional de Oficiais da Reserva, formado por vinte e duas Regionais, cobrindo todas as regiões do país, com um efetivo cadastrado de mais de dez mil oficiais.

Em vinte anos de existência do CNOR, pela décima - nona vez, estamos de volta à caserna na busca de manter e aprofundar os laços indissolúveis que nos unem às forças armadas, em especial ao Exército Brasileiro.

A principal missão do Sistema CNOR é desenvolver e aplicar normas e procedimentos que possibilitem o estabelecimento de uma doutrina de atuação para as nossas organizações. Como formadores de opinião, necessitamos basicamente de informações e diretrizes.

Viemos de todo o país.  Algumas vezes, de muito longe, por nossos próprios meios. Muitos de nós optaram pelo alojamento militar, gentilmente colocado à disposição pelo comando do CPOR do Rio de Janeiro, numa saudosa, alegre e gratificante volta ao passado.

Reunidos em Assembleia Geral, elegeremos uma nova Diretoria para o CNOR, quando os pioneiros que há vinte anos - graças à sabedoria e apoio do General Gleuber Vieira - deram origem ao Sistema, serão substituídos pelos mais jovens, todos altamente capacitados para a missão.

Durante os próximos cinco dias estaremos reunidos num extenso programa de palestras e jornadas em diversas organizações. Atualizar conhecimentos militares e obter informações confiáveis sobre temas relevantes do cenário nacional são nossos principais objetivos.

Ao mesmo tempo, estaremos reafirmando uma vocação, simbolizada pelo uniforme verde-oliva que jamais despimos e renovando o juramento do aspirantado, que nos uniu, inseparavelmente, à Pátria e ao Exército.

A sociedade brasileira presencia atônita, a ocorrência no país de inúmeros episódios que agridem os princípios éticos, morais e cívicos que forjaram a nacionalidade. As Forças Armadas são um dos últimos redutos onde se pratica a brasilidade em toda a sua pujança. Haveremos de, unidos e coesos, contribuir para restaurar a dignidade nacional, vilipendiada por maus brasileiros.

Por isso, a importância desse Encontro, onde irmãos de sangue verde-oliva positivo, muitos dos quais deram à Força oito anos de sua mocidade, ao retornarem à caserna exprimem o indisfarçável orgulho da sua condição de oficiais do exército. Esse é o grande diferencial que nos distingue de um mero concludente do serviço militar obrigatório. Não FOMOS oficiais; SOMOS oficiais. Temporário é apenas o serviço que prestamos.

A atividade civil jamais romperá esses laços afetivos. Basta observar a vibração que emana dos nossos Encontros Nacionais. É impossível não se emocionar com a camaradagem que nos une.

Os oficiais R/2 escreveram páginas gloriosas da história militar brasileira. Os feitos heroicos dos tenentes da reserva que integraram a FEB têm no Major Apollo Miguel Rezk a sua expressão máxima. Aqueles 433 tenentes e aspirantes da reserva representaram, sobretudo, o acerto dos ideais de Correia Lima.

Um desses heróis da FEB nos honra com sua presença. Aos 95 anos, o Ten R/2 Israel Rosental, é uma referência para todos nós da ativa e da reserva.

Quando muito jovem venceu um inimigo traiçoeiro e hoje exibe em seus cabelos brancos a satisfação do dever cumprido.

 

Nossos agradecimentos:

 

A Deus que permitiu esta reunião de amigos e companheiros de ideais.

Aos Chefes e Comandantes de Organizações Militares do Exército, da Marinha e da Aeronáutica, pelas excepcionais medidas de apoio que proporcionaram a relevância do XIX ENOREx.

Aos Diretores e Assessores do Conselho Nacional de Oficiais da Reserva pelo trabalho exemplar no comando e na gestão da entidade.

Ao Presidente da Associação de Oficiais da Reserva do Rio de Janeiro, e demais Diretores e Colaboradores, pelo brilhantismo e eficácia na organização do evento.

À entusiasmada participação dos Oficiais R/2, em especial aqueles que vieram das mais distantes regiões do país.

Aos convidados que valorizaram, sobremodo, esta abertura do Encontro.

E, como palavra final, conclamar todos a construirmos a pátria dos nossos sonhos, onde os bons sejam valorizados e os maus não fiquem impunes. As Forças Armadas, por sua gloriosa história e elevada envergadura moral, são hoje a esperança de milhões de brasileiros que veem nelas o sustentáculo de novos e melhores tempos.

Exército Brasileiro!

 

Os Tenentes Estão de Volta, Prontos!

 

Dê-nos a missão!

 

Rio de Janeiro, 09 de outubro de 2017

 

Sérgio Pinto Monteiro - 2º Ten R/2 Art

Presidente do Sistema CNOR

Joomlashack